Entre em contato: +55 (43) 3372-1111

BLOG

Diclotril, o verdadeiro aliado da pecuária leiteira.

Doenças como a mastite são comuns em vacas leiteiras e ocorrem devido a infecção da glândula mamária por microrganismos presentes no ambiente ou no próprio teto da vaca. O Diclotril surge como aliado da pecuária leiteira.

   O Brasil é um dos maiores produtores de leite do mundo, a adoção de boas práticas de manejo em todas as etapas da ordenha é uma das razões que o fizeram se destacar a nível mundial. Entretanto, mesmo com os cuidados necessários é possível que alguns imprevistos ocorram.

   Doenças como a mastite são comuns em vacas leiteiras e ocorrem devido a infecção da glândula mamária por microrganismos presentes no ambiente ou no próprio teto da vaca. Uma vez dentro da glândula estes microrganismos causam danos às células secretoras de leite, causando prejuízos a produção leiteira e a qualidade do leite produzido.

     Há dois tipos de Mastite: a mastite subclínica e a mastite clínica. Na mastite subclínica, como o próprio nome diz, não há sinais clínicos aparentes no leite e no úbere, porém há uma diminuição na quantidade e na qualidade do leite produzido, trazendo prejuízos indiretos ao produtor. Já na mastite clínica, a vaca irá apresentar sinais visíveis no leite como aparecimento de grumos; sinais visíveis de inflamação na glândula mamária como dor, inchaço e vermelhidão; e até sinais sistêmicos na vaca como febre, depressão e falta de apetite. A gravidade dos sintomas vai depender do grau da mastite envolvida em cada caso.

  O forte aliado que combate enfermidades como mastite, metrites, anaplasmose, infecções respiratórias e do pós-parto, é o Diclotril®. Diclotril® é um antimicrobiano bactericida de amplo espectro, associado ao anti-inflamatório diclofenaco. Sua aplicação é realizada pela via intravenosa ou intramuscular, indicado com o objetivo de combater as infecções/inflamações do rebanho